Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
117 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57529 )
Cartas ( 21184)
Contos (12629)
Cordel (10184)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44313)
Humor (18626)
Infantil (3910)
Infanto Juvenil (2857)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138254)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4989)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->Papa,papada e pobre... -- 16/04/2011 - 08:40 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Papa, papada e pobre...

Oh! Céus caetés no balançar de balanços tantos na manobra selada do boi da bunda branca que dona Celina em contos a garotada nas noites da freguesia do Ò, Lagoa do Sul de pilares encardidos; “Balança meu bem”. Na tarefa de cabra cega, encana a dor em cálida e calada “testa de ferro”, forrobodós manipulam a roda girada, anos nas contas secretas da miopia gente, a soma dos anos “balançados” perpetua a permanência no erário, consagra o titulo: “SECRETARIO DE UM MILHÃO DE DOLARES”, contados nos dedos calejados, 16 anos de estadia, a soma resulta há 192 meses, mesmice e gaiatice do imperialismo, o passado desmoraliza a postura política das Alagoas, diante da republica, hoje vivemos a mesma situação na força tarefa do poder da terra dos Marechais. Acorda Maria Cevadinha, pra fazer café,o dia já vem raiando e a policia já tá de pé. Paz na Terra aos Bichos de Boa Vontade. O Cordeiro caeté que Pague o Pecado Caeté...Vamos a Paz. Padre Bidião


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui