Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
118 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57005 )
Cartas ( 21168)
Contos (12594)
Cordel (10072)
Crônicas (22188)
Discursos (3134)
Ensaios - (8994)
Erótico (13393)
Frases (43600)
Humor (18446)
Infantil (3771)
Infanto Juvenil (2671)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138212)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1054)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->VISÕES OPOSTAS DA BÍBLIA – HARMONIA OU CONTRADIÇÕES -- 21/06/2003 - 12:28 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Nós racionalistas, encontramos na Bíblia a mentalidade de um povo bastante bárbaro, com uma noção de justiça um tanto estranha e uma série de contradições e enganos. Os cristãos vêem nela um livro todo harmonioso, produto da mais alta sabedoria. Temos que concordar com João de Freitas: muitas vezes, “ENXERGAMOS O QUE SOMOS ENSINADOS A ENXERGAR”.



“E, por fim: não percamos tempo em tentar descobrir "falhas" na Bíblia. Apostar na inexistência de Deus. Não precisa ir muito longe” (Domingos Oliveira Medeiros, “Carta ao Anticristo 2000”).



Sempre me soava estranho o deus criador de todas as coisas escrever segundo o pensamento dos que pensavam que a Terra fosse em forma de um disco a flutuar sobre as águas (Deuteronômio, 5: 8). Era impossível entender como justiça que o filho fosse punido pelo erro do pai (Deuteronômio, 5: 9; I Reis 11:34, 35; Gênesis, 9: 22-25). Mas imaginar as estrelas caindo pela terra (Mateus, 24:29; Apocalipse, 6:13), coisa fisicamente impossível; um deus assentado lá no céu com os pés apoiados sobre a terra (Mateus, 5: 34, 35) e esta movimentando a alta velocidade fazendo uma órbita de muitos milhões de quilômetros; alguém do alto de uma montanha avistar todos os reinos do mundo (Mateus, 4: 8); um homem do povo escolhido fraudar seu patrão com a ajuda divina (Gênesis, 30: 37-43); etc. foi mais confuso.



Hoje, que a arqueologia apresenta dados novos, informando que lugares mencionados nas histórias patriarcais não existiam ao tempo que a Bíblia diz eles terem vivido (Ver O MAIS FAMOSO CONTO DO MUNDO), compreendemos melhor por que alguns dados não conferem com outros, como encontramos até um pai mais novo do que o filho (II Crônicas, 21:20; 22:1-2), etc.



Por outro lado, um número bem maior de pessoas lêem o mesmo livro e vêem tudo perfeito e harmônico, nada de absurdo, nada de engano...



Diante de duas visões tão opostas de uma mesma coisa, só resta como explicação a afirmação de que enxergamos o que somos ensinados a enxergar. Uns vêem luz no mesmo lugar onde outros vêem trevas.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui