Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
231 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57965 )
Cartas ( 21205)
Contos (12826)
Cordel (10235)
Crônicas (22053)
Discursos (3146)
Ensaios - (9196)
Erótico (13452)
Frases (45052)
Humor (18892)
Infantil (4100)
Infanto Juvenil (3143)
Letras de Música (5499)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138529)
Redação (2986)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5199)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->BALANÇA MEU BEM PRATEADO... -- 02/06/2010 - 21:35 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Balança meu bem prateado

Padre Bidião

Aos ventos katingados na venta serrada aos carimbos partidários do PTB na coligação maníaca do serra pau de um serrador humananimal de desejos neoliberal que azula os martírios gente de uma gestão preguiçosa vivendo do ontem no museu na força açucarada de um cantar Brasil de uma necessidade revolucionaria dos setenta que pra frente nação deixou muitos estudantes sem o calção na berlinda da sorte progressista e hoje essa floresta colorida de cores estrábica de barulhos estranhos, zoando um povo sofredor na inocência útil que mastiga seco a fina flor da falsidade da venta – louca e de novo sem saber lar vai à carniça política aos pratos da terra dos “MARECHAIS” de pijama que assim vive seus filhos políticos na sombra PÁ das repartições publicas do nosso rico estado que sustenta os meninos de papai, que mesmo ancião a olho nu mais para mãe e a manipulação dos papeis jamais envelheceram seus contracheques nas veias do erário na gozação. Nesta terra vez só para os “DONOS DA HISTORIA BABADA DE ALAGOAS” aderiu o imperialismo e hoje seus “REIS” de cabelos estilo caixa de pandora e cara de preguiça aos pratos de sururu agyndo na sombra descansada da velha e matreira "ROYSTONEA OLERACEA” silenciosamente planeja 2020 na sonsa traíragem que joga no seu tabuleiro social as feras na “GUERRA SANTA” de uma batalha com resultados na ponta verde da mão de reuniões nefasta aos mares de Maceió. Meu papai!!! Meu garoto! Perderam-se ganhamos a “pena” de um povo besta... E assim rola o jogo.

Somos Gente!

Paz na Terra aos Bichos de Boa Vontade...

O Cordeiro de Deus que Tire o Pecado do Mundo Político.

Vai a Paz

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui