Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
80 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57115 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10093)
Crônicas (22213)
Discursos (3137)
Ensaios - (9017)
Erótico (13404)
Frases (43774)
Humor (18492)
Infantil (3793)
Infanto Juvenil (2720)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138322)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2402)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4894)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O livro estendido no chão -- 07/06/2003 - 17:13 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O LIVRO ESTENDIDO NO CHÃO







Um livro estendido no chão, todo esfacelado, vejo em um beco perto de um colégio e ponho-me a pensar de quem era e onde terminou.

O nosso governo tem feito o possível para diminuir as diferenças sociais, hoje os Colégios é quem perdem turmas por falta de alunos, pois eles não estão mais interessados em fazer um curso normal, encontram merendas fartas e esnobam a fila para não serem pobres, os que encaram a merenda, desperdiçam, jogam nos colegas, no chão, falam as piores agruras sobre a sagrada refeição, em que os pais deles muitas vezes não encontram tal oportunidade e até mesmo hoje, reza para ter uma janta parecida com a merenda do seu filho.

Os projetos estão aí para o auxílio dos adolescentes, mas em sua curta existência, taxa-o de ruim por ser público, desprezando o seu patrimônio educacional e de sua comunidade, hostilizando os funcionários em educação, fazendo pouco de seus mestres, enfim, tudo o que ele deveria valorizar, faz justamente o contrário, pois o inconsciente coletivo adolescente, teima em imperar. Mas futuramente tudo isso será cobrado, pois como a vida é cíclica, sua posição de adolescente não ficará eternamente, bem como os seus genitores, e fora da redoma escolar, a vida ensinará, mas aí será tarde demais, pois esse material estendido no chão, que não tinha sido valorizado, certamente fará a diferença.



Marcelo de Oliveira Souza

marceloosouzasom@aol.com

Tel 71*91253586

07/06/2003



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui