Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
24 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57550 )
Cartas ( 21185)
Contos (12638)
Cordel (10186)
Crônicas (22292)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44327)
Humor (18630)
Infantil (3915)
Infanto Juvenil (2862)
Letras de Música (5480)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138276)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4994)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->A SANTA CAVERNA DO Ó -- 02/11/2009 - 10:56 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A SANTA CAVERNA DO Ó


Nu seu cálice do calar Madalena sarcedotemente o vigário mergulha no fogo infernal da vagina, rogando a virgem salvação na cura de suas mazelas, levemente embriagado aos vinhos das uvas curtidas no caldeirão das terras de Pilares apilado na força Manguaba Lagoa que banha na pureza divina, sem entender a degeneração humana. No tom e dom menina a Senhora do Ó. A freguesia da Chã a Pilar ajoelha em teus pés brancos e bentos de pernas roliças na maravilha santa do ser, a arte ti pintou em pintas de uma adolescência na cabaça do Vale das Marrecas, na mão a liberdade a olho nu, vi senti e assentir o banhar das noviças da paróquia do Rosário, o engenho velho cinematograficamente nos brindava as volúpias de visões a céu aberto que naturalmente lá Alá sofrendo dores bem aventuradas no doce inferno na capela do star Lalá...


O Cordeiro de Deus que Tire o Pecado do Mundo...

Paz na Terra aos Degenerados de Boa Vontade...

Vai a Paz

Padre Bidião



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui