Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
14 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57266 )
Cartas ( 21179)
Contos (12594)
Cordel (10122)
Crônicas (22215)
Discursos (3138)
Ensaios - (9041)
Erótico (13409)
Frases (44004)
Humor (18555)
Infantil (3825)
Infanto Juvenil (2774)
Letras de Música (5474)
Peça de Teatro (1319)
Poesias (138438)
Redação (2934)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2403)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4933)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->AO SR. DINBA (FRAUDES NO PLACAR) -- 16/05/2005 - 14:18 (Edmar Guedes Corrêa****) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
AO SR. DINBA (FRAUDES NO PLACAR)

Caro colega DINBA,

Sou um de seus assíduos leitores; e quando cheguei ao trabalho nesta segunda-feira e fui dar uma passada pela Usina, deparei com uma carta sua referente à “FRASE MAIS LIDA NO MÊS PASSADO”. Na sua carta, CONHEÇAM A FRASE “MAIS LIDA” NO MÊS PASSADO você diz que a “ORIGINALÍSSIMA” FRASE DE AMOR(01) obteve 11.000 leituras, dando a entender que essas 11.000 leituras não passam de uma fraude.
Antes de entrar no mérito da questão e sem querer desacreditá-lo, vamos corrigir os fatos: o referido texto obteve exatamente 2244 leituras no mês passado e não as 11.000 como você dá a entender o título da carta. As 11.000 leituras (hoje está em 11.280 leituras) referem-se ao total de leituras do texto, desde a publicação da referida frase em 12/06/03, ou seja, há dois anos atrás. Como você me parece uma pessoa de bem, portanto não vai querer que seus leitores sejam induzidos ao erro. Não é verdade?
Bem, agora vamos ao verdadeiro objetivo da carta. O conteúdo da mesma deixa bem claro: essas leituras são uma fraude. Se não estou enganado, no seu entender, sou mais um fraudador do placar, tal qual o Freitas e seus pseudônimos Anticristo e Bela Dona, por exemplo.
Desde que comecei a publicar na Usina, há mais de três anos, minhas leituras vêm aumentando consideravelmente de mês em mês. Os aumentos passaram a ser maiores a partir do momento em que os autores assinantes ganharam destaque (e eu sou assinante desde essa época). E como assinante, fui um dos que ganharam muito com esse privilégio.
Talvez o Senhor ainda não tenha tomado conhecimento de alguns textos publicados por mim aqui na seção Cartas. Textos que explicam como se tornar um autor muito lido sem precisar recorrer a métodos fraudulentos. Os textos a que me refiro são: PORQUE SOU MUITO LIDO, UMA DICA MUITO ÚTIL E COMO AUMENTAR AS LEITURAS DE SEUS TEXTOS
Dê uma boa lida neles. Talvez esses textos não só te sejam úteis para dissipar tuas suspeitas, como até pode te ser útil para aumentar a leituras de teus próprios textos, já que comigo os resultados foram muito além de minhas expectativas.
Quanto à quantidade de leituras de meus textos (isso não é exclusividade minha, diga-se de passagem), eu também as acho exageradas. Não sei o que vem acontecendo com minhas leituras há cerca de um ano, cujo aumento vem causando incômodo em muitos colegas, inclusive em mim mesmo. Como já disse, algumas das causas já foram explicadas nos feridos textos; todavia, ainda sim acho que isso não justificaria tantas leituras. Só para se ter uma idéia: este mês já conto com 58.900 leituras. Isso não é um exagero? Agora o que pode estar acontecendo? Fraude?
Assim como tantos outros autores, eu também dei um ou mais “cliques” em alguns de meus textos. Tais “cliques” não com o intuito de angariar leituras, como muitos fazem, mas pura e simplesmente para verificar o resultado de uma correção no texto ou algum Link acrescentado posteriormente à publicação do texto. Portanto pode ter havido uma dezena de textos que tenham sido clicados duas ou três vezes por mim e esses “cliques” computados como leituras. Quero, porém, deixar bem claro que jamais fiz isso com má intenção. No mais, o alto número de leituras não vieram de minha parte. Isso eu posso te garantir. Pois não vou arriscar meu nome (Edmar Guedes Corrêa é meu verdadeiro nome e não um pseudônimo), nem a reputação que conquistei aqui na Usina de Letras fraudando o placar. Não, eu não preciso disso! Tanto é que autorizo os responsáveis pelo Site a monitorar a origem de minhas leituras, pois sei que isso é possível, e depois a torná-las publicas para dissipar qualquer dúvida quanto a origem das mesmas.
Infelizmente, Senhor DINBA, não tenho como te explicar o alto número de leituras de alguns de meus textos. Posso fazer algumas suposições, mas não posso afirmar que eu esteja com a razão. O que posso especular é que isso pode estar acontecendo devido ao aumento de freqüentadores do Site (ou Sítio, como prefere o amigo Torre da Guia), ou por eu ter me tornado alguém bem conhecido aqui. Outra coisa que deve ter impulsionado minhas leituras é a tal da “Lista de Distribuição”, onde os leitores contidos nessa lista recebem um e-mail toda vez que o autor publicar alguma coisa. Até ontem, a minha lista contava com mais de noventa nomes. Se esses leitores, que por livre e espontânea vontade, desejam ser avisados quando eu publicar algo, é porque vão ler o que escrevi. Mesmo que todos não o leiam, o que é bem provável, pelo menos entre 60 e 70 pessoas lerão. O que já é uma grande vantagem. Além do mais, a quantidade de textos ajuda. Hoje tenho 1616 textos publicados, ou seja, sou um dos autores com mais obras publicadas aqui.
Para finalizar, pois já me prolonguei demais, quero deixar bem claro que não compactuo e jamais vou compactuar com qualquer tipo de fraude, cujo intuito é enganar os leitores. Sei que muitos fazem isso aqui. Verifique por exemplo o placar “Os melhores textos – segundo notas dos leitores” desse mês. Você acha que um texto com cerca de 170 leituras pode obter quase 3.069 pontos, quando é sabido que a maioria dos leitores não se dão ao trabalho de dar notas aos textos que lêem? Ainda mais que para obter tal nota, todos ou quase todos os leitores desses textos tiveram que dar nota 10 a eles. Agora eu te pergunto: ou o meu texto mais lido nesse mês, FRASE DE AMOR(69), com quase 2000 leituras é uma tremenda porcaria, pois não conta nem 100 pontos, ou os textos que estão em primeiro lugar no placar “GOZAR BEM GOSTOSO” e “TRIBUTO AO MEU AMOR” são verdadeiras obras primas, que nem Machado de Assis seria capaz de escrever? Onde está a fraude?
Pois são vocês leitores que devem responder, não eu. Eu só posso falar por mim mesmo.
Bem, é isso!

Abraços,

Edmar Guedes Corrêa

Obs. O Sr. Tancredo e aqueles que possuem mais de pontos no placar de “melhores textos” deveriam não exagerar tanto. Levando-se em conta que a nota máxima é 10, o texto do Sr. Tancredo deveria ter mo máximo 1.700 pontos, pois 170*10=1700, e não 3.069 pontos. Onde está o erro? É sabido que o contador não conta cliques seguidos oriundos do mesmo computador, mas tão somente os pontos. Daí essa diferença. Ou seja, o Sr. Tancredo atribuiu seguidamente nota 10 ao seu texto, mas isso não foi computador no número de leituras, só nas notas.

LEIA TAMBÉM:
MEU AMOR NÃO É INDECENTE
PARA MINHA E TODAS AS MÃES
POR QUE FALAR DE AMOR?
QUANDO ESQUEÇO DE DIZER "TE AMO"
MEUS TEXTOS MAIS LIDOS
EU PRECISO DE TEU AMOR
AMOR NÃO É SÓ PALAVRAS
EU TE DESEJO
É POR ISSO QUE TE AMO
AS RAZÕES QUE ME FIZERAM VOLTAR
O MAIOR FRAUDADOR DO PLACAR
QUANDO OLHO PRA TI
POR QUE SOU MUITO LIDO
PARA QUANDO TU SENTIRES TRISTE
COMO É BOM TE VER APROXIMAR
AS CURVAS DE TEU CORPO
A OUTROS: A RAZÃO, A MIM: O CORAÇÃO
VOCÊ É...
CORAÇÃO PARTIDO
PARA DEPOIS DO NATAL
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui