Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
19 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57529 )
Cartas ( 21184)
Contos (12629)
Cordel (10184)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9091)
Erótico (13416)
Frases (44313)
Humor (18626)
Infantil (3910)
Infanto Juvenil (2857)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138254)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4989)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Humor-->COM O FUTURO GARANTIDO -- 16/09/2006 - 12:10 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
COM O FUTURO GARANTIDO
(Germano Correia da Silva)

Juquinha e Zezinho estavam sentados na calçada da casa do seu vizinho, jogando conversa fora, quando foram surpreendidos por dois garotos que estavam voltando da escola e o mais velho deles decide mexer com eles:
- O que vocês estão fazendo aí sentados, rindo à toa, totalmente despreocupados, passando a falsa impressão de que estão com a vida ganha?
Juquinha, garoto esperto, demonstrando certa sagacidade no olhar e muita tranqüilidade no falar, responde:
- Eu, particularmente, estou bem. Na verdade eu estou aqui pensando numa forma rápida e eficiente de como garantir o meu futuro, ganhar muito dinheiro, sem precisar freqüentar uma sala de aula por vários anos e nem precisar me esforçar tanto como faz todo jogador de futebol.
Seu amigo Zezinho, dando a entender também que estava pouco preocupado com a correria comum da vida de um ser humano, fala em voz bem baixa, quase gutural, no ouvido do outro garoto:
- Não ligue p’ra ele não. Eu acho que ele está tresvariando. E tudo isso começou depois que ele leu um livro da Coleção Mil e Uma Noites chamado Ali Babá e os Quarenta Ladrões.
- E quem era esse tal Ali Babá? Ele era o chefão dos seus comparsas, ou era alguém que chefiava alguma quadrilha? – perguntou o garoto mais moço, falando num tom de voz um pouco sussurrado.
- Quem era o cara eu não sei não. O que eu sei sobre a história é que esse tal Ali Babá ficou rico de uma hora pra outra, sem muito esforço, respondeu Zezinho.
- Como? Isso é impossível!!! Ninguém consegue ficar rico de uma hora para outra sem trabalhar, sem lutar ou sem estudar, é preciso muita luta e trabalho honesto para que isso aconteça – contestou o primeiro garoto, quase aos gritos.
Zezinho demonstrando mais uma vez muita tranqüilidade na forma de agir, dar uma balançada de ombros, olha nos olhos do Juquinha e diz:
- Juquinha, conta pra eles qual é o segredo para que isso venha acontecer de verdade, pois tudo indica que eles nunca ouviram falar e nem nunca leram nada sobre a forma usual de ascensão e de progresso econômico-financeiro de alguns dos nossos governantes e representantes políticos. A história tem nos mostrado que eles “lutam” muito para isso.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 15Exibido 923 vezesFale com o autor