Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
192 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58139 )
Cartas ( 21211)
Contos (12855)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13453)
Frases (45289)
Humor (18935)
Infantil (4156)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138700)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5249)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Erótico-->JANELA INDISCRETA. -- 15/01/2008 - 10:03 (getulio silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


JANELA INDISCRETA


Sou um voyeur
Que espreita a sua janela...
Conto minutos e segundos
Na expectativa de ver você
Caminhando lado a lado
Neste apartamento misterioso.
Quando acendes a luz
Imagino-o chegando do trabalho
E meu coração pulsa descompassado
Querendo sair pela boca.
E você parece provocar-me
Ou saber que estou te olhando...
Tiras a roupa na sala
Com gestos estudados e provocativos.
Será coisa da minha cabeça?
Devaneios... Ou me provocas mesmo!
Não sei... Não me importa...
O meu tesão é muito grande
Para ficar pensando nisso agora!
O meu sexo está excitado demais
E fico me imaginando tocar
Esse corpo que vagueia pela sala
Num andar compassado e sensual.
Fico aqui, com o silêncio da noite
E o meu gozo solitário
Espreitando a sua janela.

Getúlio Silva 2008.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui