Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
183 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58139 )
Cartas ( 21211)
Contos (12855)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13453)
Frases (45289)
Humor (18935)
Infantil (4156)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138700)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5249)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Ao Ricardo Nacif -- 10/03/2005 - 18:43 (Maria Augusta Camargo Schimidt) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Campinas, 10 de março de 2005.

Querido amigo Ricardo,

Desculpe estar aqui invadindo o seu espaço, mas é que você partiu e não me deixou endereço!
Você foi tão rápido que nem tive tempo pra lhe dizer o quanto te admirava, que amava receber seus e-mails sempre tão oportunos e agradáveis, sempre nos elevando a auto-estima. Sabe amigo, tenho me lembrado muito da primeira vez que li um poema seu. Fiquei emocionada com a situação descrita ali. Percebi que tinha partido de sua vida alguém muito especial, assim como você foi para nós aqui.
Sua alegria está me fazendo falta. E aquelas caretas gorduchas fazendo bolas!
Seu bom dia, seu boa noite, não consigo me acostumar...!
Sempre que entro na Usina fico com a impressão de que vou ver você conversando, desejando tudo de bom pra todos os usineiros, dizendo onde passou o dia, e o que faria no dia seguinte.
Olha, tenho passeado pelo seu sítio. Está tudo lá arrumadinho, do jeitinho que você deixou.
Que saudades!!!
Sei que um dia nos encontraremos novamente, mas enquanto esse dia não chega prometo que vou transformar essa saudade doída em uma lembrança gostosa.
Prometo que vou continuar visitando seu sítio e regando com muito amor o que você plantou com tanto carinho.
Agora preciso me despedir, fique em paz querido amigo e até um dia...
Com carinho de
Augusta Schimidt



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui