Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
176 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58655 )
Cartas ( 21223)
Contos (12990)
Cordel (10256)
Crônicas (22146)
Discursos (3159)
Ensaios - (9331)
Erótico (13465)
Frases (45857)
Humor (19094)
Infantil (4322)
Infanto Juvenil (3486)
Letras de Música (5467)
Peça de Teatro (1335)
Poesias (137970)
Redação (3032)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2423)
Textos Jurídicos (1940)
Textos Religiosos/Sermões (5384)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->O Glicério e o cemitério -- 16/12/2020 - 23:51 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

O Glicério vivia pra lá do cemitério. Quando voltava para casa tinha sempre a preocupação de chegar antes que caísse a noite, de puro temor de almas penadas ou pior ainda, peladas. Um belo dia, vítima de um atraso à saída do trabalho, viu a noite cair antes de tomar o trecho final do caminho de casa. Para tomar coragem, entrou num boteco e tomou uma dose dupla dum bom treco. Criou coragem e se pôs em marcha. Ao se aproximar dos muros do campo santo, topou com um indivíduo que desconhecia e que na mesma direção seguia. Cumprimentado, respondeu, e até pegou conversa animada com o tal camarada. Assim que passavam rentes ao muro do cemitério, um pergunta lançou ao desconhecido, o temeroso Glicério...:

- Interessante sô, me dá uma tremedeira danada quando eu estou só e tenho que passar aqui pela noite...e com você, nada acontece...?

Dando uma boa risada, o desconhecido revelou ao Glicério o seu mistério:

- Uai sô, nunca pensei nisso não, pelo menos enquanto era vivo...

 

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 14 vezesFale com o autor