Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
87 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57096 )
Cartas ( 21170)
Contos (12597)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13401)
Frases (43744)
Humor (18481)
Infantil (3788)
Infanto Juvenil (2712)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138305)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4887)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->MELODIAS -- 02/09/2001 - 10:55 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos






MELODIAS

Jan Muá

2 de setembro de 2001





Chego a ti conduzido pela luz do Sol

Na alvorada matinal da vida

Onde meus olhos te vêem

E minhas mãos te tocam encantadas



No grande circuito

Espio todas as formas em exposição

E páro para te ver recolhida e aveludada

E colorida convidando meus olhos a te amar



Macia e primaveril

De juventude esplendente

Me tentas florida e perfumada

Em vestes brancas de noiva



Ao virar da esquina

Outras formas me surpreendem

Lactosas e cheias de espinhos

Duras e ruivas em prova de fogo

Ásperas e secas

Retorcidas

Sem alegria de primavera

No silêncio dos pássaros



Ao lado, a vida é insistente e firme

E as árvores e o chão e as águas

E o céu

Renascentes e belos

Se abrem à promessa

De todas as melodias.



Jan Muá

2 de setembro de 2001



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 74Exibido 689 vezesFale com o autor