Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
223 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59120 )

Cartas ( 21236)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9437)

Erótico (13481)

Frases (46507)

Humor (19274)

Infantil (4457)

Infanto Juvenil (3722)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138224)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5522)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->As crianças tem que ser politizadas -- 17/02/2009 - 07:47 (Elias Torres) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. As crianças tem que ser politizadas...
Texto: Elias Torres

Um filho de 8 anos pergunta ao pai:


- Pai, o que é político?

- O pai responde:

- Pra que você quer saber?

O filho diz:

- É que todas as pessoas que escuto, dizem que nenhum presta.

O pai responde:

- Meu filho, a maioria não presta mesmo! Mas como em todas as profissões, nesta existe gente boa também. Pena que sejam poucas.

Apenas em época de eleições, os políticos resolvem pegar crianças no colo, cumprimentar todas as pessoas que encontram pelas ruas, para mostrarem que são amigos, que o povo pode depender deles para resolver o que necessitarem. Porém, quando são eleitos, eles não se preocupam mais com o povo e seus problemas. É como aquele político que passou por aqui e lhe pôs no colo e o beijou, está lembrado? Você tem visto ele por aqui? Duvido que sim, porque depois que ele foi eleito sumiu do nosso bairro.

- Nossa pai, é verdade!

- Hoje, meu filho, você aprendeu uma lição sobre política. Conte isso aos seus coleguinhas. Mas diga também, que dentro dessa profissão existem ou bons e os maus políticos.

Um senhor que estava ali, ouvindo aquela conversa de pai e filho, comentou com o pai:

- Puxa vida, meu amigo! Até há alguns minutos fui um trouxa, idolatra e, por que não dizer, um idiota de carteirinha, pois toda a semana eu levava flores no túmulo do Presidente Dutra. Quando eu era criança, assim como teu filho, fui pego no colo e beijado por aquele Presidente. Sempre o defendia, apesar de saber que fora o pior Presidente que esse país já teve. Meu pai nunca teve a preocupação de me falar sobre esse assunto. Creio que seja por esta razão, que até hoje eu ainda me sentia na obrigação de visitar o túmulo do tal presidente. Todos os pais deveriam seguir o seu exemplo e ter a preocupação de ensinar a seus filhos a distinguir entre uma boa e uma má pessoa, pois assim poderiam reconhecer os maus políticos e não votar neles. Deveriam, também, dizer-lhes que somos nós, através de nosso voto, que escolhemos quem irá nos representar no governo e, que isso é muito importante para que tenhamos bons governantes e, portanto, bons políticos. Muito obrigado pela lição de hoje. O senhor ensinou não somente ao seu filho como também a mim.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui