Usina de Letras
Usina de Letras
23 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61962 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22531)

Discursos (3236)

Ensaios - (10263)

Erótico (13560)

Frases (50375)

Humor (19998)

Infantil (5391)

Infanto Juvenil (4725)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140716)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Contos-->As luvas de Alice -- 05/07/2001 - 10:42 (Anezio Vendrame) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Gino e um jovem que trabalha na limpeza do Teatro Scala em milão. Naquela manhã ele estava escalado para limpeza de um camarote bem localizado. Pegou seu material de limpeza e se dirigiu para o local. Iniciando a remoção das poltranas para facilitar seu trabalho Gino viu no chão uma luva branca, a pegou e um forte cheiro de perfume invadiu seu ser. Sentou-se naquela poltrona que deduziu ter a dona da luva sentado, e levando-a até ao nariz imaginou o espetáculo que ela deveria estar assistindo na noite anterior, luzes, orquestra, cantores, personagens de um espetaculo que ele jamais vira.
A colocou no bolso do macacão e fez a limpeza do local.
Depois falou com um amigo que trabalhava no teatro se poderia saber quem ocupara o camarote numero 9 na noite anterior.
- Fácil disse ele tem toda papelada de reserva em cima de minha mesa, venha.
Gino descobriu o nome e o endereço da dona da luva.
A noite saiu do serv~ço e ainda com aquele perfume em sua mente dirigiu-se ate ao endereço que seu amigo lhe dera.
Se dirigiu até o local indicado e lá se defrontou com
uma casa luxuossisima, desceu de seu carrinho e foi
até o enorme portão de ferro, tocou a campainha e ouviu
- Quem é.
- Sou Gino, trabalho no teatro Scala e procuro por Alice
Um momento o portão será aberto e o senhor pode entrar.
- Obrigado. em seguida se dirigiu até o amplo caminho arborizado e foi adentrando, admirando
passaros e borboletas, ao longo viu uma linda amazona
montada num bellíssimo cavalo se dirigindo até ele.
Seu coração começou a disparar, diminiu a velocidade e
parou no local apropriado. A lindissima amazona veio ao seu encontro
e se apresentou.
- Bom dia sou Alice, você quer falar comigo ?
- Sim, sou Gino e lhe trouxe uma luva que encontrei em seu
camarote no Teatro Scala.
- Como? Quando ?
- No último concerto, voce estava com seus familiares lá não?
- Deixame-me ver essa luva, por favor.
- Eila ainda tem o seu perfume.
- Gino você é muito gentil mas essa luva não é minha
esse perfume não é meu, eu não estive no Teatro estava
em Spoleto num festival de Jazz.
- Mas como ? não entendo.
- deixe comigo, Gino, aqui voce tem meu cartão ligue-me quando quiseres
- Depois de três dias, Gino leu numa coluna social a noticia de Separação
de um conhecido casal da alta sociedade milanesa.
Gino procurou o cartão tentou discar, mas temendo se colocar
numa situação incomoda, decidiu não telefonar, nem mais
ficar com objetos esquecidos no Teatro.
F I M
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui