Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
114 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57014 )
Cartas ( 21168)
Contos (12607)
Cordel (10073)
Crônicas (22188)
Discursos (3134)
Ensaios - (8995)
Erótico (13393)
Frases (43608)
Humor (18447)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2676)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138217)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4847)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->O ESCRITOR BÍBLICO QUASE ACERTOU. MAS A IMAGEM DE DEUS... -- 17/04/2003 - 17:25 (ANTICRISTO) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


O Escritor bíblico quase acertou a ordem da formação dos grupos de seres vivos existentes na terra. Só saiu fora ao informar que primeiro foram feitas as aves para depois os répteis e mamíferos. Mas a “imagem de Deus” é um pouco difícil de se explicar.



1º DIA

Gênesis, 1: 3-5: “Disse Deus: haja luz. E houve luz. Viu Deus que a luz era boa; e fez separação entre a luz e as trevas. E Deus chamou à luz dia, e às trevas noite. E foi a tarde e a manhã, o dia primeiro.”

2º DIA



6-8: “E disse Deus: haja um firmamento no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. Fez, pois, Deus o firmamento, e separou as águas que estavam debaixo do firmamento das que estavam por cima do firmamento. E assim foi. Chamou Deus ao firmamento céu. E foi a tarde e a manhã, o dia segundo.”

3º DIA



9-13: “E disse Deus: Ajuntem-se num só lugar as águas que estão debaixo do céu, e apareça o elemento seco. E assim foi. Chamou Deus ao elemento seco terra, e ao ajuntamento das águas mares. E viu Deus que isso era bom. E disse Deus: Produza a terra relva, ervas que dêem semente, e árvores frutíferas que, segundo as suas espécies, dêem fruto que tenha em si a sua semente, sobre a terra. E assim foi. A terra, pois, produziu relva, ervas que davam semente segundo as suas espécies, e árvores que davam fruto que tinha em si a sua semente, segundo as suas espécies. E viu Deus que isso era bom. E foi a tarde e a manhã, o dia terceiro.”



4º DIA



14-19: E disse Deus: haja luminares no firmamento do céu, para fazerem separação entre o dia e a noite; sejam eles para sinais e para estações, e para dias e anos; e sirvam de luminares no firmamento do céu, para alumiar a terra. E assim foi. Deus, pois, fez os dois grandes luminares: o luminar maior para governar o dia, e o luminar menor para governar a noite; fez também as estrelas. E Deus os pôs no firmamento do céu para alumiar a terra, para governar o dia e a noite, e para fazer separação entre a luz e as trevas. E viu Deus que isso era bom. E foi a tarde e a manhã, o dia quarto.”



5º DIA



20-23: “E disse Deus: Produzam as águas cardumes de seres viventes; e voem as aves acima da terra no firmamento do céu. Criou, pois, Deus os monstros marinhos, e todos os seres viventes que se arrastavam, os quais as águas produziram abundantemente segundo as suas espécies; e toda ave que voa, segundo a sua espécie. E viu Deus que isso era bom. Então Deus os abençoou, dizendo: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei as águas dos mares; e multipliquem-se as aves sobre a terra. E foi a tarde e a manhã, o dia quinto.”



6º DIA



24-31: “E disse Deus: Produza a terra seres viventes segundo as suas espécies: animais domésticos, répteis, e animais selvagens segundo as suas espécies. E assim foi. Deus, pois, fez os animais selvagens segundo as suas espécies, e os animais domésticos segundo as suas espécies, e todos os répteis da terra segundo as suas espécies. E viu Deus que isso era bom. E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; domine ele sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu, sobre os animais domésticos, e sobre toda a terra, e sobre todo réptil que se arrasta sobre a terra. Criou, pois, Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. Então Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra. Disse-lhes mais: Eis que vos tenho dado todas as ervas que produzem semente, as quais se acham sobre a face de toda a terra, bem como todas as árvores em que há fruto que dê semente; ser-vos-ão para mantimento. E a todos os animais da terra, a todas as aves do céu e a todo ser vivente que se arrasta sobre a terra, tenho dado todas as ervas verdes como mantimento. E assim foi. E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom. E foi a tarde e a manhã, o dia sexto.”



Diante da inexistência de achados fósseis de todos os estágios de vida dos animais atuais, os criacionistas menos radicais aceitam que os sete dias da criação sejam, não sete dias, mas sete grandes fases, nas quais o criador tenha posto por aqui várias formas de vida gradativamente, motivo de as vidas atuais não serem encontradas desde tempos muito remotos.



Não obstante as evidências de fósseis intermediários, que apresentam características humanas e simiescas, como o “Homem de Tumai”, (ver João de Freitas Pereira, “Grande Darwin! Quem poderá Contesta-lo?”), persistem em dizer que o homem apareceu repentinamente na Terra tal como somos hoje.



Mas o escritor bíblico fugiu um pouco da ordem quando falou de outros tipos viventes. Ele informou que foram criadas as vidas marinhas e as aves (quinto dia); só depois teriam sido criados quadrúpedes e répteis (sexto dia).



Segundo as descobertas arqueológicas e as análises científicas, quando seres vivos saíram das águas para a terra, levou-se um longo tempo até que alguns começassem a voar.



A Revista Superinteressante trouxe há anos um artigo que apresenta um animal corredor que utilizava as patas traseiras para correr em forma de grandes pulos e batia com as dianteiras enquanto pulava. Seus membros dianteiros eram instrumento de equilíbrio para permanecer mais tempo no ar E foram se adaptando até que conseguiu alçar verdadeiro vôo. Hoje existem alguns pequenos animais com membranas que servem de pára-quedas, que também indicam uma espécie de transição entre animal terreno e ave.



Não vou discorrer aqui sobre “dois grandes luminares” criados no quarto dia, e as estrelas, estas últimas de menos importância.



“Conforme suas espécies” e “à imagem de Deus” - Insistem que todos os animais foram criados “conforme suas espécies”; que as espécies estranhas encontradas entre os fósseis também foram criadas assim e se acabaram assim. Mas há um ponto de bem difícil explicação: a “imagem de Deus”.



O homem das regiões mais tórridas dos trópicos africanos é atualmente negro, de nariz largo, cabelos secos e enroscados; e o homem das gélidas regiões da Rússia e dos países escandinavos é branco, de nariz fino, cabelos lisos e loiros. Quem tem melhor a imagem do deus criador? Nós cremos que nossas características físicas e cor da pele se deve à adaptação ao ambiente. Mas, para quem não aceita mutações, isso fica um pouco difícil de explicar. O cristão europeu, ao fazer uma figura de seu deus, idealizou um velho barbudo de cabelos brancos e barbas longas, à sua própria imagem. Se o cristianismo tivesse se estabelecido no Japão, com certeza Yavé teria aqueles olhinhos puxados, assim como na África seria aquele negrão à imagem do cristão que o teria idealizado. Não é sem razão que um certo adventista afirmava que Adão teria sido negro.



SE VOCÊ QUISER FALAR COM O ANTICRISTO 2000

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui