Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
99 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3904)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138235)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->De Mário Guimarães, sobre a poesia A Hora de Votar -- 14/08/2004 - 23:02 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Mensagem referente ao texto A Hora de Votar - Poesias.
Oi, Marcelo.

É, amigo, é sempre a mesma história. A classe política não muda, porque o
próprio eleitor não muda.
Enquanto persistir, entre o eleitorado, essa idéia segundo a qual a
eleição é uma obrigação da qual as pessoas se devem descencilhar o mais cedo
possível, enquanto se trocarem votos por mercadorias ou favores, nada se há de
alterar, infelizmente.
Parabéns. Mais pessoas deviam escrever a respeito de tão importante
assunto.

Um abraço,

Mario.

Olá!

Fiz essa poesia, pois fico enojado de ouvir tanta balela e tanto despreparo e desrespeito ao povo.
Você acertou quando disse que o voto não tinha que ser obrigatório, só assim eles tomariam jeito...
Felicidades,

Marcelo de Oliveira Souza
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui