Usina de Letras
Usina de Letras
91 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62145 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13566)

Frases (50551)

Humor (20021)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140784)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6175)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Cordel-->Morte anunciada -- 29/04/2002 - 13:55 (Anecildo Katz) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Anecildo Katz morreu
num hospital de Piauí;
ao morrer só estava ali
seu único neto: eu.
Um recado ele me deu
na morte de sexta-feira
para um tal de Zé Limeira:
"Me espera no Além, danado!"
Pois bem, tá dado o recado,
acabou-se a brincadeira.

Ele era um velho tarado,
bem diferente de mim;
por sua causa nasci assim:
garoto bem comportado.
Se pelo avô fui criado
e ele muito me ensinou,
lhe devou não o que eu sou,
estudoso, bom e casto,
minha energia não gasto
naquilo que ele a gastou.

Estudo num Seminário
pois padre quero virar,
para a vida consagrar
a cuidar dalgum santuário.
Adoro confessionário,
romaria e procissão,
e ao tomar a comunhão,
peço humildemente a Deus
perdoar os pecados meus
e os do meu avô turrão.

Pesquisei o tal Zé Limeira
nos livros de Teologia,
nos de História e Geografia
que encontrei na prateleira.
Vim descobrir, numa feira,
um livro de Orlando Tejo,
que fui ler sem um bocejo
ontem do começo ao fim,
e é por isso que hoje, sim,
os velhos textos cotejo.

Cotejo com estes novos
que Limeira da Internete
publica que nem confete
pra leitura doutros povos.
Alguns jogam nele ovos,
mas - colegas - asseguro
que o passado e o futuro
este negro se juntaram.
Sabe Deus de onde tiraram
permissão pra tal conjuro!

Pergunto pra Zé Limeira
pois bem sei que é verdadeiro
se o Mundo de lá é ordeiro
ou se parece com feira.
Se lá se fala besteira,
se lá se canta cordel,
se da pedra brota mel,
se as virgens dão para todos,
se São Pedro tem apodos
e se o Demônio é tão cruel.

Anecildo Katz Neto.






Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui