Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
181 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58444 )
Cartas ( 21217)
Contos (12940)
Cordel (10248)
Crônicas (22144)
Discursos (3154)
Ensaios - (9303)
Erótico (13459)
Frases (45636)
Humor (19032)
Infantil (4261)
Infanto Juvenil (3391)
Letras de Música (5457)
Peça de Teatro (1331)
Poesias (137835)
Redação (3023)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1938)
Textos Religiosos/Sermões (5334)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->TJN - 004 = Os Taliban e os Tais Interesses -- 10/09/2007 - 19:38 (TERTÚLIA JN) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. OS TALIBANS E OS TAIS INTERESSES


O regime dos talibans no Afeganistão foi eleito? Não. Apoderaram-se do poder em nome do fanatismo religioso, da verdade única que só eles possuem, submetendo o povo afegão à mais feroz e abominável ditadura discricionária a que jamais um povo foi submetido e que, apesar do repúdio da comunidade internacional, ainda é tolerada devido a interesses inconfessáveis que a tudo se sobrepõem. Ali ninguém tem a cabeça segura, por tudo e por nada é o castigo em público, é a pena de morte com processos sumários sem direito a qualquer defesa que eles consideram desnecessária. Acredito. Tratam os seres humanos abaixo de cão, como vermes e ninguém os incomoda, ninguém os detém!
Tudo isto porque Alá é o único, é o Deus único. Se assim é, também é o mesmo Deus dos cristãos, judeus, budistas, xintoístas ou de qualquer outra religião. Mas se as orações, os ritos, as formas de culto, as posturas forem diferentes, não continua a ser o mesmo Deus? Quando os cristãos rezam, não é ao Deus único, não é a Allah na língua árabe? Então porquê tanto castigo, tanta perseguição, tanta paranóia religiosa, tanta estupidez? Não terão mais que fazer ou querem apenas manter o poder pelo terror? Mas Alá também é clemente e misericordioso. Então onde está essa clemência e misericórdia na interpretação da lei islâmica segundo as mentes delirantes daqueles bárbaros ullemás? Não será um insulto ao próprio Islão e uma vergonha para os crentes muçulmanos, cometerem-se tantas barbaridades em nome de Alá, Clemente e Misericordioso?
O que não se compreende é porque se assedia tanto o Milosevic, um cristão socialista que até foi eleito; tanto ataque, perseguição e embargos a Sadam Hussein e a outros ditadores menores e se deixa essa matilha de fanáticos sanguinários para aí, à rédea solta, a cometer as maiores atrocidades sobre um povo submetido a tão vexante e ignominiosa ditadura! Deixa-se em liberdade perigosos paranóicos intolerantes que, se pudessem, cortariam a cabeça a todos os que não se submetessem à sua crença! Isto, per si, não será já uma grave ameaça não só contra a liberdade religiosa mas principalmente contra a própria Humanidade?
Só há um motivo para que ninguém lhes toque e continuem para aí à vontade a disparatar e esse motivo é sempre o mesmo: os interesses económicos americanos. Aqueles interesses que estão acima de tudo até da preservação do ambiente e da vida do nosso planeta; aqueles que obrigam a procedimentos diversos, caso a caso; que levam a atacar e a proteger ditaduras e esses interesses passam pela manutenção de oleodutos. Sempre o maldito petróleo! Tudo isto se sobrepõe aos tão propalados direitos humanos, permitindo que uma cáfila de destravados, em nome de Alá e da sua Xária (lei islâmica), enforque e corte cabeças a torto e a direito e obrigue as mulheres a deambular como fantasmas pelas ruas quentes de Cabul, cobertas da cabeça aos pés, sob pena de fortes chicotadas em público. Nem a beleza é tolerada! Ninguém trava aqueles destravados que insultam a dignidade humana com a aquiescência dos senhores do mundo em nome dos interesses insondáveis do deus Petróleo! Este sim o único, o ubíquo, o omnipotente, o imperscrutável, o insubstituível de que todos dependem!

9 de Agosto de 2001

Reinaldo Beça
(reibessa@hotmail.com)

Nota: Escrito um mês antes do 11S e não foi publicado pelo JN.




Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui