Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
68 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59040 )

Cartas ( 21234)

Contos (13080)

Cordel (10287)

Crônicas (22188)

Discursos (3163)

Ensaios - (9402)

Erótico (13483)

Frases (46385)

Humor (19249)

Infantil (4423)

Infanto Juvenil (3673)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1335)

Poesias (138140)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2425)

Textos Jurídicos (1944)

Textos Religiosos/Sermões (5495)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->DANDO NOME AO VAZIO -- 30/01/2021 - 10:19 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

 

DANDO NOME AO VAZIO

Poeta Andarilho

 

 

Um lugar reservado numa sala

Uma cama que não tem sofreguidão

Um sorriso que perdeu a combustão

E um rosto que acena, mas não fala.

 

Um perfume que no ar não mais exala

Uma boca cujo beijo é em vão

Um abraço que não deixa sensação

E um desejo muito forte que se cala.

 

Quis o verso tão-somente descrever

Uns momentos que vivemos, sem querer

Quando escapa a total felicidade.

 

O vazio que traduz este poema

Antes mesmo que se torne um dilema

Bom saber que tem o nome de SAUDADE!

 

 

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 12 vezesFale com o autor