Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
117 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59051 )

Cartas ( 21235)

Contos (13079)

Cordel (10287)

Crônicas (22189)

Discursos (3163)

Ensaios - (9405)

Erótico (13483)

Frases (46401)

Humor (19251)

Infantil (4424)

Infanto Juvenil (3677)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138151)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5498)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->PANDEMIA NO NATAL - mensagem caligráfica - Saes - Elucidário -- 24/12/2020 - 19:28 (Boanerges Saes de Oliveira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

(1) PANDEMIA NO NATAL - mensagem caligráfica - Saes - Elucidário

 

(2)   Na Vontade do Criador,

(3)   Há a necessária Dor,

(4)   Tal o espinho no caule da flor,

(5)   A eternizar a beleza do Amor.

 

(6)   Nas Escolas das Moradas,

(7)   Almas auxiliam e são auxiliadas,

(8)   Evoluem vezes mais Iluminadas,

(9)   Causas e Efeitos aqui equilibradas.

 

(10)   B.  Saes

(11)   22.12.2020      .      23.50 h

(12)   São Paulo      .      S P      .      Brasil

 

.......................

 

(1) PANDEMIA NO NATAL - mensagem caligráfica - Saes - Elucidário

O tema sugere tecermos alguma palavras que possas clarear um situação inédita da Humanidade caminhante deste Plano, neste agora. 

Prever-se alegrias ou sofrimentos é quase impossível de acertarmos, pois ao Homem não é permitido acertar um amanhã, razão de pedirmos coesão e humildade para que tenhamos a sabedoria de ultrapassarmos essas fases e com menos cicatrizes que nas passagens anteriores.

 

(2)   Na Vontade do Criador,

Plasmar figuras protetoras para simplesmente amparar flechas que poderão ser à nós dirigidas, e é ainda infantilizar nossa inteligência e deixar a  razão e coração de lado.

Chegada se faz dos efeitos das ações do ser que tem a posse de um Amparo para seu corpo físico que denominamos de Orbe.

Nosso Plano de existência do corpo físico é configurado para fornecer todos os meios e ferramentas necessárias ao crescimento físico e moral da inteligência da alma, no conjunto espírito e corpo.

(3)   Há a necessária Dor,

Nas observações que conquistamos a cada vinda do espírito para a existência física, ações várias são efetuadas durante o espaço do berço ao túmulo. Como no dia a dia são efetuadas as contabilidades dos feitos e no final o balanço é fechado, dimensionamos nossos quereres e comparamos com nossas vontades pré projetadas, assim detectamos ganhos e perdas no decorrer de cada uma dessa jornada.

Plantamos e vezes cuidamos do crescimento do plantio, enquanto que outras tantas Oportunidades deixamos passar e não cuidamos, a contento, da vigilância desse jardim, deixando proliferarem fungos danosos que contaminam alimentos e  descartamos possibilidades reais das colheitas do bom alimento, o mais duradouro que contém os antídotos que combatem o mal.

Acabamos de criarmos novas ferramentas de destruições que causam dissabores para nós e àqueles que se afinam com essas ações. À esses feitos estão entre nós os respectivos efeitos de nossas ações, um deles, certamente identificamos como sendo a dor, a qual se qualifica conforme a escolha livre das nossas sementes e cuidados.   

(4)   Tal o espinho no caule da flor,

Numa curta mas útil comparação, a título de exemplo, demonstramos na apresentação da Criação de uma das flores que representa o amor, a Flor Rosa:

Semente cuidadosamente escolhida por Deus, solo fértil e adubado com co maciez e ternura de fórmula Única, crescimento em ambiente de constante projeção de paz, claramente equilibradas são as tonalidades de Luz que a compõe, pólen aconchegado e distribuído para alimento e multiplicação de suas qualidades no campo de seu jardim, aromatizadas conforme as necessidades que a Vida  que irradia humildade e coesão com a paz e seu caule cravado de espinhos para que a lagarta não atinja nas alturas a formação das composições das pétalas,

Observados esses horizontes dessa espécie à todos aqui dispostas, compreendemos um pouco mais nosso Pai e um minúsculo mundo da Sua Criação.  

(5)   A eternizar a beleza do Amor.

Conquistado o Patamar Iluminado do Saber, é justo que tenhamos a Sabedoria de distribuir aos mais necessitados esses Tesouros do Merecimento. Atitudes nobres nos permitem a colheita semelhante, razão de entender, aceitar e praticar os efeitos que o Amor em nós aflora.

(6)   Nas Escolas das Moradas,

Cessadas as atividades no corpo físico, hão estações de aprendizados contínuos e paralelos planos de qualidades necessárias à cada posição evolutiva, de modo que há a sequência das aquisições feitas por ocasião da jornada berço - tumulo, ocasião de poucas andanças por ares outros e assim, nas reais Moradas que cada um conquista para a eternizar as Leis do Criador, as quais são escolas base de adiantamento para novas missões nas infinitas estadias dos  universos que nos abraçam.  

(7)   Almas auxiliam e são auxiliadas,

Oportunas vezes passam desapercebidas da nossa atenção, deixamos de inda mais aprender e novamente somos acometidos do espanto em ocorrências que permanecem sem esclarecimentos, atraindo gostos amargos no alimentos que nos são Ofertados. Socorristas se dispõem às explicações com maiores detalhes, são assim também auxiliadas enquanto auxiliam, é a Lei da causa e efeito, sendo aplicadas como Ferramental para evolução equilibrada no rumo à relativa perfeição.      

(8)   Evoluem vezes mais Iluminadas,

No atendimento com humildade e sabiamente utilizar tudo que atrai soluções para o bem, conosco e com o próximo, tal como o purificar através das facetas formadas pelo rolar do grão de areia, até a formação de cristais valiosos, o Tempo, esse eterno espaço para feitio do ninho que nos forma para novos vôos, caminhamos agora com mais claridade e assim estamos observando os detalhes dos próprios obstáculos, conhecendo-os e admitidos como de nossa criação,  já foram dados passos largos para conquista das forças que impulsionarão todos que tem a vontade de ultrapassarem fases de agudos sofrimentos.

(9)   Causas e Efeitos aqui equilibradas.

No aceitar a Pandemia, com sabor suave dos entendimentos já conquistados nas fases de eras outras, de que o ser inteligente Homem é o que mais prejudica o plano existencial neste eterno Agora.   

 

 

(10)   B.  Saes

Nome abreviado do autor.

(11)   22.12.2020      .      23.50 h

Data e hora do término da mensagem caligráfica. Na próxima alta madrugada, dia 23dez2020,  levita o espírito de minha irmã mais idosa entre treze irmãos, a sábia ZORAIDE!

(12)   São Paulo      .      S P      .      Brasil

Cidade, Estado e País.

 

Boanerges Saes de Oliveira

24.12.2020    .    18.30 h

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 151Exibido 39 vezesFale com o autor