Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
219 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58715 )
Cartas ( 21228)
Contos (12992)
Cordel (10259)
Crônicas (22156)
Discursos (3160)
Ensaios - (9339)
Erótico (13468)
Frases (45913)
Humor (19098)
Infantil (4328)
Infanto Juvenil (3505)
Letras de Música (5466)
Peça de Teatro (1333)
Poesias (137828)
Redação (3036)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1942)
Textos Religiosos/Sermões (5404)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->SOU A DAMA-DA-NOITE -- 22/09/2020 - 19:02 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:161157058604122400

SOU A DAMA-DA-NOITE

Deslumbrante, suave e macia como seda, assim eu brotei.
Escolhi o branco para fazer um belo contraste com o verde que me acompanha.
Quando me revelo totalmente, torno-me uma rainha no ambiente.
Meu perfume único e marcante, como num passe de mágica, propala-se com leveza pelo ar.
Leve-me para uma bonita festa, numa noite especial, quando eu estiver no meu auge!
Verá que, além de embelezar o recinto, todos sentirão notas sutis de amor na atmosfera.
Com o romantismo aflorado, a noite será inesquecível.
Asseguro isto porque sou uma perita em formosura...
Eu sou a dama-da-noite.

                      Dalva da Trindade S Oliveira
                               (Dalva Trindade)
                                    22.09.2020

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 3Exibido 33 vezesFale com o autor