Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
175 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58706 )
Cartas ( 21228)
Contos (12998)
Cordel (10258)
Crônicas (22155)
Discursos (3160)
Ensaios - (9337)
Erótico (13468)
Frases (45905)
Humor (19094)
Infantil (4325)
Infanto Juvenil (3502)
Letras de Música (5465)
Peça de Teatro (1335)
Poesias (137820)
Redação (3034)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1942)
Textos Religiosos/Sermões (5402)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->BRAÇOS E ABRAÇOS -- 17/09/2020 - 01:28 (Dalva da Trindade S. Oliveira (Dalva Trindade)) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Número do Registro de Direito Autoral:161157058132220500

 

         BRAÇOS E ABRAÇOS

 

Há contatos que imaginamos desejáveis...

Nem sempre, porém, são tão bem recebidos

Quanto assemelhavam-se muito prováveis...

A aura do corpo faísca negativa os sentidos.

 

Bem diversos são outros toques imaginados,

Quando a expectativa já provoca arrepio

Ao imaginar a hora do sonho plasmado.

Este é o afago perfeito num feliz rodopio.

 

Olhando os longos braços de pelos macios,

Dourados à luz do sol que os faz aquecidos,

Idealizando-os em torno dos ombros, vadios,

É o ápice de abraços especiais consentidos.

 

         Dalva da Trindade S Oliveira

                 (Dalva Trindade)

                     17.09.2020

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 3Exibido 38 vezesFale com o autor