Usina de Letras
Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
127 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58837 )
Cartas ( 21231)
Contos (13019)
Cordel (10266)
Crônicas (22172)
Discursos (3163)
Ensaios - (9365)
Erótico (13471)
Frases (46069)
Humor (19149)
Infantil (4361)
Infanto Juvenil (3559)
Letras de Música (5469)
Peça de Teatro (1333)
Poesias (137976)
Redação (3038)
Roteiro de Filme ou Novela (1060)
Teses / Monologos (2425)
Textos Jurídicos (1943)
Textos Religiosos/Sermões (5434)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Crônicas-->QUEM É O RESPONSÁVEL?! -- 09/07/2007 - 17:03 (GERMANO CORREIA DA SILVA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

QUEM É O RESPONSÁVEL?!

 

Você não é responsável pela produção da chuva que cai das nuvens e molha os campos, mesmo que ela não consiga revitalizar todo o solo de onde ainda é retirada grande parte do seu alimento; há uma força maior responsável por tudo isso, à qual denominamos de natureza.

Mas você é responsável pela aparição das chuvas ácidas, que é um produto da evolução tecnológica do mundo contemporâneo. Por conta dessa evolução você introduziu a queima de carvão e de combustíveis fósseis e produziu poluentes industriais que se encarregam de lançar dióxido de enxofre e de nitrogênio na atmosfera.

Você também sabe que a combinação desses gases com o hidrogênio presente na atmosfera sob a forma de vapor de água, ao caírem na superfície, provocam uma alteração na composição química do solo e das águas, atingem as cadeias alimentares, destroem florestas e lavouras, atacam estruturas metálicas, monumentos e edificações. E como você pode observar, esse não é o tipo de água recomendado para o seu consumo diário, tampouco essa água serve para revitalizar o solo de onde ainda é retirada grande parte do seu alimento.

Você não é responsável pelo nascimento e coloração das inúmeras flores que enfeitam os jardins sem donos espalhados pelos bosques e florestas virgens que ainda restam; a natureza, muito prodigiosa que o é, há muito tempo tem se encarregado dessa tarefa.

Mas você é responsável pela conscientização ambiental junto às pessoas que promovem o desmatamento indiscriminado dos bosques e florestas virgens que ainda restam. Permita, então, que as flores que insistem em produzir suas sementes nos poucos jardins sem donos que estão espalhados por lá, promovam a reprodução das suas espécies.

Você não é responsável pela efetiva preservação das árvores e arbustos que alimentam os pássaros e os animais domésticos e selvagens que ainda vivem nos seus respectivos habitats; é possível que outras pessoas o façam por você.

Mas se você não é responsável pela efetiva preservação das árvores e arbustos que alimentam os pássaros e os animais selvagens e domésticos que ainda vivem nos seus respectivos habitats, você deveria se preocupar, pelo menos, com a preservação da sua própria vida.

Você não é responsável pelo controle da aparição dos dias e das noites que lhe servem de norteadores básicos para a distribuição equitativa de suas tarefas rotineiras; essa é uma tarefa do planeta Terra, que através de um movimento executado em torno das linhas dos polos de oeste para leste, faz tudo isso num lapso temporal de 23 horas, 56 minutos e 4 segundos.

Mas se você fosse responsável pelo controle dos dias e das noites que lhe servem de norteadores básicos para a distribuição e realização de suas tarefas rotineiras, você se preocuparia em distribuí-los de forma equitativa e indiscriminada para todos os povos do universo?

Você não é responsável pelo calendário invisível que controla de forma implacável os dias de vida que ainda lhe restam aqui nessa esfera terrena; essa é uma tarefa do nosso Pai-Criador.

Mas se você fosse responsável pelo calendário invisível que controla de forma implacável os dias de vida que são destinados a todos os seres vivos aqui nessa esfera terrena, você o transformaria num instrumento de controle somente seu?

Você não é responsável pela produção do ar que você respira, mas tem conhecimento de que uma boa parte dele já está bastante comprometida devido às ações e omissões de seus atos irresponsáveis.

Mas se você fosse responsável pela produção e manutenção do ar de boa qualidade que ora você gostaria estar respirando e detivesse o controle total desse ar, que parte dele você reservaria para as gerações futuras, citando como exemplo, os seus filhos e netos?

Se você continuar insistindo que não é um dos responsáveis por isso e que tudo isso é obra do acaso, eu sugiro que você responda a essa última pergunta que eu vou lhe fazer:

- Afinal, quem é o responsável?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 17Exibido 483 vezesFale com o autor