Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
92 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57496 )
Cartas ( 21184)
Contos (12605)
Cordel (10175)
Crônicas (22280)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13415)
Frases (44272)
Humor (18616)
Infantil (3900)
Infanto Juvenil (2846)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138229)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4979)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Ferro -- 17/03/2020 - 09:58 (Paulo Barreto) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Ferro

 

Erro

Logo sou humano

Peco

Por não corrigir meus atos insanos

Não adianta procurar por belezas

Quando se está cego

A vida é um mar de rosas mortas

Dói saber que sou como ferro

Que o tempo corrói

 

Minto

Não conheço a verdade

Sinto

Meus ossos arranharem minha carne

Não adianta esperar por respostas

Quando se anda em círculos

A vida é um mar de rosas mortas

Dói saber que sou como ferro

Que o tempo corrói

 

Autoria: (Paulo Barreto)

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 3Exibido 26 vezesFale com o autor