Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57395 )
Cartas ( 21182)
Contos (12615)
Cordel (10141)
Crônicas (22260)
Discursos (3139)
Ensaios - (9065)
Erótico (13414)
Frases (44153)
Humor (18595)
Infantil (3853)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138561)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2409)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4945)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Olhos alegres* -- 09/02/2020 - 16:09 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Olhos alegres*

(Luís Edmundo)

"Há uma lágrima sempre atenta em nossos olhos,

uma lágrima branca, uma lágrima pura,

e assim como no mar os traiçoeiros escolhos,

ela, escondida, a flor das pálpebras procura.  

 

 Aí fica parada; os íntimos refolhos

da nossa alma reflete, e, quando uma ventura

em riso nos entreabre os lábios, com doçura,

ela, a lágrima, fica a tremer nos olhos.

 

Tu, que és moça e que ris e não sabes a mágoa

do mundo, tem cuidado, olha essa gota d'água

se não queres da vida achar-te entre os abrolhos;

 

ri, mas ri devagar, que a lágrima traiçoeira,

talvez, vendo-te rir assim dessa maneira,

trema e caia afinal um dia dos teus olhos!"

(Seleção de Napoleão Valadares)    

*Jornal ANE, nº 99.pdf, p. 2.

  

 

 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 22 vezesFale com o autor