Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
100 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57535 )
Cartas ( 21185)
Contos (12631)
Cordel (10185)
Crônicas (22291)
Discursos (3141)
Ensaios - (9093)
Erótico (13416)
Frases (44315)
Humor (18629)
Infantil (3912)
Infanto Juvenil (2858)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138263)
Redação (2948)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4990)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A insígnia do amor -- 07/02/2020 - 22:48 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Insignia do amor

Quero sair no bloco onde a insígnia seja o amor como bandeira e a porta bandeira seja a deusa da minha travessia nesta vida efêmera de vida carente. Meu bloco nem pede passagem, posto que ele passa desde sempre e ninguém ao certo sabe de onde começou e quando vai acabar seu desfile. Um desfile diferente dos demais que festejam sob a luz do sol e da lua a servidão do universo. No bloco em que fesfilerei, não haverá plateia ou comissão julgadora, posto que à insígnia do amor, prevalece a dor desprovido de julgamento onde a plateia está envolvida pela aura do amor. Por onde o bloco for, irá florir na passarela e a insígnia do amor será uma árvore frondosa que aos enamorados pela vida, encontrarão descanso e aconchego à sombra do amor. Sem a simbologia mágica emanada através do amor, o bloco será julgado por julga dores, pois estes sim, desconhecem a insígnia do amor, mas são doutores da ciência dor.

Marcos Palmeira 

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui