Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
103 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138234)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Rosear -- 24/01/2020 - 13:02 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Rosear

Roseio-me no encanto rosa sem a manga ação e germino onde o chão, favorável é. Minhas raízes vão ao plano mais fundo, onde a essência rosear me toca sem espinhos. Rosa menina, rosa mulher no ser gente, só assim posso cravo ser. A rosa roseia no perfume leve, fazendo embriagar-me do aroma puro por onde o amor é concreto, firme e ao chão, fincado. A rosa menina na roseira, se faz inigualável e diferencia-se pelo olhar a encantar um coração preso ao torrado chão Pilar. Rosa mulher nas tardes Pajussara, Massangueira ou no Pontal, rosa no cabelo rosa, se deixa levar pela brisa no mar a(mar). Rosa menina, rosa filha, rosa mulher refresca suas pétalas sob as ondas do mar. E em onda se transforma na porção mar, torna-se oceano por Djavan. Não evoluo se lá você não está a me rosear na areia ou calçadão. Fico longe da solidão se contigo estou e vou navegando ou pisando por onde minha rosa Jô for. Sigo sem receio de morrer sufocado pelo amor que por ti, tenho.

Marcos Palmeira

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui