Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
96 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57395 )
Cartas ( 21182)
Contos (12616)
Cordel (10141)
Crônicas (22260)
Discursos (3139)
Ensaios - (9065)
Erótico (13414)
Frases (44153)
Humor (18595)
Infantil (3853)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138563)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2409)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4945)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cartas-->Para Jorge Cajuru Da Bandeirantes -- 03/04/2004 - 00:31 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Olá, Cajuru!

Sempre o acompanhei em sua profissão, mas como o País é muito grande, nunca temos a oportunidade de conhecer realmente a sua História, onde o que realmente a gente vê é somente o bom profissional que você representa.
Em suas entrevistas, que são sempre diretas e contundentes, começamos a ter uma idéia do seu caráter e dignidade como pessoa humana, em um misto de sinceridade e ingenuidade, pois as pessoas ao perceber isto, aproveitam-se da sua franqueza para obter declarações que às vezes podem vir prejudica-lo .
Como você mesmo disse, em entrevista no Programa “Boa Noite Brasil”, esta semana, não existe honestidade entre as pessoas.
Em meu conceito, a sua maioria não vale o que come, o que realmente você e seus amigos, Datena e Juca, são uma exceção, o que é muito triste.
Casos como o de Milton Neves, que chutou Silvio Luiz, é inacreditável, aqui em Salvador não chegou essa notícia, assim como seu problema com o Governador de Goiás, que se sentindo dono da verdade, cometeu atitudes marginais contra sua pessoa e esposa, em atos de coronéis de antigamente.
Escrevo essa carta para estender o meu apoio a essa pessoa que o público aprendeu a respeitar e admirar, principalmente eu, que o acompanhava na Rede TV, que saiu do ar aqui em Salvador, mas por felicidade dos baianos, você foi apresentar o programa de esporte da Bandeirantes, meio dia e à noite, que eu assisto toda noite, pois de dia trabalho.
Felicito-lhe pelo seu caráter, e desejo-lhe felicidades, de um admirador e amigo, que infelizmente a vida nunca vai me dar o privilégio de conhece-lo, por tristeza minha, pois gente como você é uma raridade.

Se puderes, mande uma mensagem no programa da noite, que eu sempre acompanho.

Felicidades

Marcelo de Oliveira Souza
Professor e escritor

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui