Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
51 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57091 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43733)
Humor (18475)
Infantil (3786)
Infanto Juvenil (2710)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138299)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4885)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Quando o Poeta Sonha -- 20/10/2019 - 14:48 (Lita Moniz) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Quando o Poeta  Sonha

 Quando o poeta sonha   A Terra acorda e treme  As águas do rio manso  O doce remanso do mar  Os ribeiros a cantar  E o sonho do poeta querendo  o mundo mudar O verde das matas esqueceu que pode mais verde ficar O sonho do poeta chega para o

sobressaltar: não é ali que o mundo finda, pode ser mais verde ainda O mundo animal extasiado com este mundo malvado entra na brincadeira,  mata e come E o sonho do poeta lhe diz: deve haver outro jeito de matar a fome No topo da existência um animal malfadado, coberto de trapos para esconder o que não pode aparecer, E ainda assim,  imagem e semelhança de um Celestial Ser, de um Triplo Poder. Capaz de criar, recriar, inventar o que é preciso para este mundo melhorar O sonho do poeta  se ajoelha Sente o  peso da missão: ajudar a humanidade  a ser Deus em ação.

                                 Lita Moniz

 

                           

  

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 6Exibido 13 vezesFale com o autor