Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
58 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57108 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43759)
Humor (18487)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2719)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Garimpeiro* -- 03/08/2019 - 22:31 (Benedito Pereira da Costa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Garimpeiro*

A imagem que se forma na retina
Engana o garimpeiro. Na bateia,
O grão que tanto almeja não clareia,
Enquanto a espera ilude e não termina.

Há muito sonda, fura e explora a mina.
Involuntariamente cambaleia
No regato, porém o instiga a veia
De minerar, que revigora e ensina.

Cava a terra pensando noutra vida.
Sonha dinheiro, amor, saúde. Por instante,
Enxuga o suor da face umedecida.

A pedra oculta-se em fugir constante,
Mas ele empreende guerra desmedida
E se empenha na busca do diamante.

* Saldunes, 2ª edição. Campinas (SP): Editora Komedi, 2006, p. 51. Brasília, DF, 14/07/2004. Na p. 23 de "Brasil Literário 2011", Caxias do Sul (RS).

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 23Exibido 35 vezesFale com o autor