Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
248 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57924 )
Cartas ( 21204)
Contos (12788)
Cordel (10233)
Crônicas (22049)
Discursos (3145)
Ensaios - (9188)
Erótico (13447)
Frases (45002)
Humor (18864)
Infantil (4083)
Infanto Juvenil (3105)
Letras de Música (5496)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138506)
Redação (2982)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2415)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5174)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Mar e Lua -- 28/07/2019 - 06:18 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Numa tarde noite de julho, ventos e mar agitados pelo tempo do útero terra. Natureza chorosa e coqueiros na dança do clima de Cruz das Almas dos instantes Maceió. De repente, abre o tempo e branca como a neve no clarão lua, adentra pela janela e pousa em meu peito dilacerado na grandeza divina do chegar a mar a mar. Lua silenciosa e brilhante com mar barulhento na noite dos coqueirais, o acasalamento mar e lua, mar boom no agito mar. Lua banhada no desejo menina na volúpia por volúpias que, no céu dos desejos ardentes da beleza do amor, ocorreu a primeira reunião, suave e leve estrela recebendo seu lobo assustado da vida, uivando no encontro proporcionado numa arena espiritual. Momento que ultrapassa o entender gente, quebra as amarras e se apresenta ao amor de vidas passadas. O encontro do já encontrado para enfrentar instantes juntos. A Lua e o Mar, Lua e suas fases tornando o mar barulhento e silencioso na musicalidade da sintonia Beethoven. Ele toca suavemente ela piana, tom e dom da Deusa e não Deusa, Lalá.

Autor: Marcos Alexandre Martins Palmeira
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui