Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
59 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59106 )

Cartas ( 21236)

Contos (13107)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9434)

Erótico (13481)

Frases (46493)

Humor (19273)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138218)

Redação (3051)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5518)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A Morte -- 30/07/2018 - 04:26 (Georgina Albuquerque) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.







No dia em que eu me for,



e a escuridão se fechar por cima de mim mesma,



o que haverá?



Será escuridão, eclipse, obliteração dos sentidos?



Impressão de afogamento, a audição em borbulhas,



impotência pelo inusitado, força maior?





Dizem que aparece uma luz,



forte, pungente.



Não creio.



Óbvio demais para passagem tão grandiosa.



Deve ser uma sensação nunca vivenciada,



ou, eventualmente, vislumbrada por alguns afortunados.



A morte, que a muitos salva da sensação de sofrimento.



Arranca os torturados dos seus algozes, gloriosa libertação.



Livra dos cânceres intermináveis,



já ceifados os prognósticos de cura.



Ela, que estende véus sobre os que envelhecem débeis,



abandonados, enfraquecidos pela vida injusta.



Ao mendigo em noite fria, tísico, tosse insistente



recrudescida pelas guimbas de cigarros recolhidas.





Quando ela nos leva, o que se segue à escuridão?



Adianta respeitá-la, ter coragem para seguir em frente?



Reconhecer a sua imprescindibilidade



quando as batidas do peito ficam tênues



e as lembranças murchas?



Só consigo imaginá-la como o atingir de uma forte onda,



o mar revolto, a rendição.



 



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui