Usina de Letras
Usina de Letras
65 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->MENINOS PELADEIROS DO QUADRO DE SÃO LUIZ -- 06/06/2018 - 21:14 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Juazeiro do Norte, Ceará

anos sessenta

havia um campinho

de terra batida

nosso campinho

de terra batida,

todas as tardes

de domingo a domingo

sob aquele sol ardente

meninos das ruas adjacentes

se reuniam assiduamente,

era sagrada a pelada

no Quadro de São Luiz:

Levi, Guri, Deda, Esquerdão,

Gutemberg, Zé Molhado, Tiê

Edmundo, Patinhas, Sabão,

Bolacha, Bico Fino, Biquinho,

Fumaça, Caveirinha, Orelhão.

Meninos empoeirados, suados,

descalços, calções remendados

Quando a bola era confiscada

pelo o algoz Antonio Luiz

havia frustração era generalizada

com a interrupção da pelada

no Quadro de São Luiz.

Visionário com a bola no pé,

fui Amarildo, Didi, Coutinho,

Ademir da Guia, Jairzinho,

fui Garrincha, Gérson, Pelé,

um peladeiro extremamente feliz

sonhando em artilheiro no Maracanã

rachando no  Quadro de São Luiz.

 

 

 

 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 111 vezesFale com o autor