Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
132 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59106 )

Cartas ( 21236)

Contos (13107)

Cordel (10292)

Crônicas (22195)

Discursos (3164)

Ensaios - (9434)

Erótico (13481)

Frases (46493)

Humor (19273)

Infantil (4456)

Infanto Juvenil (3718)

Letras de Música (5478)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138218)

Redação (3051)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5518)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Junguiando... -- 22/05/2018 - 10:32 (Georgina Albuquerque) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

Era criança ainda e senti o asfalto quente a torturar meus pés. Comecei a dar pulinhos até a calçada arborizada, meio aos gemidos curtos, choramingados. A sensação me acompanhou pela vida. Volta e meia, algo me tortura a base e a sensação de queimação me invade, já crescida então, a alma.  

Ainda assim, eu pulo, ponho-me a gemer inconformada, impressão de o sofrimento não findar. Mas a sombra, sábia e obscura, atrai. Desejos encavernados, egos sombrios identificados. Haja ardor nessa jornada.  

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui