Usina de Letras
Usina de Letras
57 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ZÉ NINGUÉM -- 10/04/2018 - 21:33 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Parido


nos espancamentos.


Estou nos prostíbulos


nas filas de espera do SUS


nos cadeiões


nas marquises


nos albergues


nas praças públicas


sou massa de manobra


cavaleiro andante


sem crença


justiça


esperança


engrossando a fila


dos zés-ninguéns

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 82 vezesFale com o autor