Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
117 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138234)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Saudação ao intestino -- 15/12/2017 - 18:20 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Saudação ao intestino





Nobre amigo

Que tudo metaboliza

No silêncio peristálticos

Por entre curvas sinuosas

A terminar no reto ejetor

As excrescências

És o segundo cérebro

Se nada lhe cai bem

Entras em desajuste

Amigo, não te tortures

Se de merdas

Estás repleto

Lança flatos pútridos

Sinalizando aos que perto estão

Teu mal estar

E assim segura a vida

De merda em merda

Adubas a terra



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui