Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
107 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57517 )
Cartas ( 21184)
Contos (12611)
Cordel (10179)
Crônicas (22288)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44292)
Humor (18621)
Infantil (3907)
Infanto Juvenil (2852)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138244)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4986)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O som -- 14/10/2017 - 10:09 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O som



Instrumentos que dão vida ao coração...no mar de música me encanto e me encontro. Pulsa na corrente do fluido vermelho, o toque de cada corda e o batuque dos tambores de amores nada em vai, pois tudo tem razão. Sigo ao som de todos os batuques do coração na medida e no caminho vou me encantando e levando encantos mil. Sou som, sou terra nessa terra surrupiada e vendida. Sou vida ao som dos acordes musicais, sou gente, sou terra nessa terras de palmeiras. Sou flor de cacto, sou cheiro de mato. Sou terra seca no lugar onde havia pasto, por isso sou farto e feliz na terra onde nasceu. Sou mar e tudo mais que me faça encantar para o canto entoar a voz do meu sertão.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui