Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
159 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58261 )
Cartas ( 21211)
Contos (12883)
Cordel (10242)
Crônicas (22109)
Discursos (3152)
Ensaios - (9254)
Erótico (13456)
Frases (45448)
Humor (18977)
Infantil (4205)
Infanto Juvenil (3289)
Letras de Música (5510)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138787)
Redação (3005)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1935)
Textos Religiosos/Sermões (5286)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Suave aconchego -- 03/10/2013 - 05:40 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Quando a tarde caía, na sua hora mais sombria, o que mais doía não era o iminente

breu, que na certa viria, mas era a brevidade crespuscular que parecia deflagrar

em minhas manas, LaToya e Labelle, aquele cigarrear de cotovias em par. Aquela

cantoria.

Cantavam em dueto, coisas assim como Os Sinos de São João, ou o "...na Itália eu

vi, e traduzi..." e estou que cantassem afinadinhas, botando em cada canção, um

pedacinho de cada coração. E cantavam geralmente junto à janela que dava para

o quintal, numa indicação de que as galinhas, já empoleiradas, e o arvoredo, só

com as copas ainda tenuemente iluminadas, gratos lhes ficavam pelos vespertinos

trinados, sinalizando o bom momento para a reflexão e o recolhimento.

Minha tristeza vinha quiçá de não poder me juntar às vozes e espantar assim -

mais em mim - brava e galhardamente, o anoitecer iminente.

Com pouco as luzes se acenderiam, mortiças que eram, mas portadoras daquele

suave aconchego, digno de agradar a troiano e a grego, remetente ao sossego - se

o não interrompesse o vôo erradio d`algum morcego.

Rádio ligado, o que se ouvia era a Ave-Maria, pausada, pelo Júlio Louzada

serenada.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 152 vezesFale com o autor