Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
177 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58140 )
Cartas ( 21211)
Contos (12856)
Cordel (10239)
Crônicas (22081)
Discursos (3147)
Ensaios - (9227)
Erótico (13452)
Frases (45291)
Humor (18936)
Infantil (4158)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138707)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5250)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Poema 1 -- 18/02/2017 - 11:19 (MARIA CRISTINA DOBAL CAMPIGLIA) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


Poema 1



E se eu não tiver valor

em moeda tradicional?

Se esta contagem que sou

tiver outra referência

e aos olhos de quem le

nada possa contar?



Você arriscará sua viagem

aos meus jardins tão selvagens

cheios de mato agreste

deste que sai pelos olhos?



É por isso que fico quieta

quando te escondes ou somes

é que talvez não me queiras

nesse universo sem nome



Tenho costumes estranhos

mas sei que todos os temos

a questão é que eu te temo

se ficas convencional...

Não sei soletrar o mundo

que tem manual tão normal...





---------------------------------------------------------
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 2Exibido 135 vezesFale com o autor