Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
171 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58289 )
Cartas ( 21211)
Contos (12893)
Cordel (10242)
Crônicas (22116)
Discursos (3152)
Ensaios - (9262)
Erótico (13456)
Frases (45476)
Humor (18988)
Infantil (4212)
Infanto Juvenil (3305)
Letras de Música (5511)
Peça de Teatro (1329)
Poesias (138801)
Redação (3006)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1935)
Textos Religiosos/Sermões (5289)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Amostra grátis -- 19/09/2013 - 04:15 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Fármaco-epopéia
 
A cidade tinha sua meia dúzia de farmácias - pra não
 
dizer que eram quatro ou cinco. Guardavam um aspecto
 
sóbrio, quase solene, se comparadas ao demais daquele
 
comércio renqüém da Velha Serrana, entre bares,
 
'vendas', lojas, padarias, açougues, e as duas ou três
 
casas de ferragens. 
 
Porque eram limpinhas e cheiravam a remédio, pois
 
ainda se aviava muita fórmula prescrita pelos médicos
 
mais antigos. E o guarda-pó dos seus empregados fazia
 
a diferença, branquinho, feito a pureza que compensa. 
 
Volta e meia a gente, ainda guri em fase de troca de
 
dente da frente, era mandado à farmácia fazer alguma
 
compra de urgência, ou a menos de necessidade: uma
 
chupeta pra mamadeira, o jatahy grindélia, o vick
 
vaporub, o bicarbonato. 
 
Uma preocupação de mamãe ao nos despachar para uma
 
compra d´algum remédio menos comum, daqueles mais
 
brabos, em termos de eficácia e de preço, era sempre
 
procurar saber se havia amostra grátis. 
 
Eu, que pra entrar em farmácia já sentia aquele
 
constrangimento, iria ainda dar conta de declinar pro
 
farmacêutico aquela expressão tão complexa? E ainda na
 
frente de outros clientes, como soía, e como doía? A
 
solução era passar na frente da farmácia, várias
 
vezes, bispando apenas o seu interior, para saber o
 
momento certo de entrar. Mas conseguiria, algum dia,
 
amostra gratis recitar?
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 190 vezesFale com o autor