Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
182 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58289 )
Cartas ( 21211)
Contos (12893)
Cordel (10242)
Crônicas (22116)
Discursos (3152)
Ensaios - (9262)
Erótico (13456)
Frases (45476)
Humor (18988)
Infantil (4212)
Infanto Juvenil (3305)
Letras de Música (5511)
Peça de Teatro (1329)
Poesias (138801)
Redação (3006)
Roteiro de Filme ou Novela (1059)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1935)
Textos Religiosos/Sermões (5289)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->Andar de fasto -- 19/09/2013 - 04:08 (Brazílio) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Diziam as tias, e os antigos - que provavelmente as teriam antecedido - que andar de 
 
fasto fazia mal. E além dos conselhos de graça, elas eram pressurosas em coibir alguma 
 
pirraça. Até que, como lado mais fraco, cedêssemos antes de cair nalgum buraco. 
 
O mal que fazia contudo, não era explicado, tão-somente sugerido, e já estávamos 
 
conversados: podia até matar pai ou mãe.
 
Mas naquela tarde, numa visita nossa à casa de Vovó, eu resolvi contrariar os fados. Saí 
 
de ré, choferando, pisando naquele chão limpinho que ainda era de cimento, pela sala, 
 
de quarto em quarto, e, quando me dei fé, ainda em ré, pafo!
 
havia caído de nádegas numa bacia estanhada, ainda morninha, onde tia Isabel acabara 
 
de se banhar.
 
A reprimenda do "bem-feito" doeu pouco, quase nada, aos meus ouvidos, se comparada 
 
à vergonha de me ver privado das calças - que tinham que ficar penduradas, próximas à 
 
boca do fogão para secar. E fechado no quarto, fazendo hora, lá eu, de bunda de fora.
 
E fiquei sem ir à venda do Zé Chave, onde se não houvesse alguma guloseima, ao 
 
menos, haveria o prazer de andar pelas ruas do povoado, chutando matinhos, tapando 
 
bocas de formigueiros, caçoando dos outros, tanta cousa a fazer e eu, seminu, jururu, 
 
hombre, de joder!
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 24Exibido 177 vezesFale com o autor