Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
12 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57504 )
Cartas ( 21184)
Contos (12607)
Cordel (10177)
Crônicas (22282)
Discursos (3141)
Ensaios - (9088)
Erótico (13416)
Frases (44276)
Humor (18618)
Infantil (3903)
Infanto Juvenil (2848)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138230)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A dor batida -- 18/12/2016 - 11:28 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




Batia na dor

Que sentia no sal

Da vida sem vidas

Cansada de tantas idas



Voltava ao passado

Da infância menina

Da vida criança

Que não cansa



Menina de tantas peraltices

Noite e dia

Todos os dias

De tantas alegrias



Caía e levantava

Sorria e chorava

A pátria da infância

Cheia de ânsia



Ânsia por esperança

Do futuro que logo ali

Ficava na espera

Da vida da fera



Que rosna

E não luta

Briga sem luta

Na vida que muda



Cada instante

Cada passo

A fera ferida

A vida parida



Partida e chegada

De tantos destinos

Transeuntes de rumos

Sem tantos prumos



Chegou sem licença

O destino não traçado

Abençoou cada história

De tantas trajetórias



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui