Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
93 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57395 )
Cartas ( 21182)
Contos (12616)
Cordel (10141)
Crônicas (22260)
Discursos (3139)
Ensaios - (9065)
Erótico (13414)
Frases (44153)
Humor (18595)
Infantil (3853)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138563)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2409)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4945)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Contos-->A Viagem espiritual do esclarecimento. -- 13/07/2013 - 09:20 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A viagem do esclarecimento


Ao chegarmos em uma cidade bastante iluminada, fomos recebidos por pessoas com uma aura brilhante, a roupa branca quase chegava a ofuscar a nossa visão.
Fomos encaminhados para um outro andar, onde as pessoas faziam muitas atividades com tele cinese.
Uma mulher idosa que estava fazendo uma palestra, tomou a frente e resolveu nos ciceronear, eu comecei a enchê-la de perguntas, algumas ela respondia, outras, ela respondia pela metade, ou abanava a cabeça.
Desde quando cheguei, tinha uma pessoa parecendo ser de outro mundo, era totalmente coberta de cabelos grossos e louros, era bem magra e não dava para ver nada, somente a moldura corpórea envolta de pelos.
Todos os seres se curvavam quando eu passava, não entendia nada, mas ela falou alguma coisa, sobre o assunto e disse que eu tinha vinte mil anos, sendo um antigo e respeitado espírito.
Ela disse que eu era um espírito antigo e tinha muito a cumprir na vida terrena, já encarnando e desencarnando diversas vezes.
Aproveitei para perguntar sobre os problemas familiares e profissionais, cujo espírito falou que nada é por acaso e esses problemas familiares já vêm de outras vidas, sendo um carma de outras vidas a resolver, que eu não sou escritor por acaso.
Inquiri sobre o que sempre outros videntes sempre afirmam, que já fui padre, a entidade abanou a cabeça afirmando.
No meio dessa jornada ela nos levou a uma nave espacial, onde havia alguns alienígenas fazendo um conserto, estupefato perguntei sobre aquilo e indaguei porque as pessoas não sabem da existência de seres de outros planetas, ela respondeu prontamente que os extraterrestres ficam escondidos da população por causa de segredos militares.
Terminando o passeio vislumbramos um lindo mar azul, no fundo o horizonte, que me fez retornar de toda aquela viagem excepcional.


Marcelo de Oliveira Souza
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui