Usina de Letras
Usina de Letras
74 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59276 )

Cartas ( 21241)

Contos (13148)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9464)

Erótico (13486)

Frases (46713)

Humor (19313)

Infantil (4488)

Infanto Juvenil (3785)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138414)

Redação (3059)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5564)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->CUIDAR "PRA" QUE? -- 02/11/2016 - 14:29 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Concebido num puteiro


parido na boca do lixo


do sudeste brasileiro


São Paulo precisamente


abandonado pela mãe


uma cracuda demente


esquecido num cortiço


mora em todas as ruas


da baixada do Glicério


o menino do reboliço


criança sem pátria


tua casa é o mundo


rejeição social


pequerrucho imundo


aprendeu cedo demais


as maldades dos homens


na cola espanta a fome


com revolver vai assaltar


é a insurreição armada


o refuguinho vai causar


vai tirar da sociedade


tudo que lhe foi negado


o menino aprende cedo


mata cedo e morre cedo


nem deu tempo de viver


vida de cachorro louco


o Estado fecha os olhos


cuidar dele pra que?


não é considerado gente


sai mais barato esculachar


crucificar, matar, numerar


e enterrar como indigente


 


 
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 114 vezesFale com o autor