Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->VIDA LOKA -- 10/10/2016 - 18:02 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Pouco importa a denominação


quebrada, comunidade, favela...


aqui é a periferia mano!!! dasassistida, esquecida,


sangrando todos os dias, não esperneando na dor


a única mão estendida, vem fechada,


vem de uma sociedade preconceituosa, exclusivista.


que bate, esculacha, explora, initimida, dando porradas.,


Mesmo na vida loka, a periferia tem seu valor


sentimento nas veias, tem brother trabalhador


autorrespeito, dignidade, coragem


tem sangue bom no pedaço, brigando por seu espaço.


O bonde aqui não fede


como pensa a grã-finagem,


favelado não é violento


a briga é para sobreviver


dizendo não á miséria


driblando a humilhação


saindo fora das tretas


repudiando a enganação


dos políticos picaretas


xavecando na eleição


Não vive quem se sujeita


quem faz por obrigação


sou favelado sim senhor


dividido entre dois brasis


labutando no Brasil de cima


morando no Brasil de baixo


dignidade não tem preço


periferia não é capacho.


 


 


 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 202 vezesFale com o autor