Usina de Letras
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->MUHAMMAD ALI-HAJ -- 05/06/2016 - 17:35 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Negro bonito


cabeça erguida


nariz empinado


imponente


convencido


convertido


Cassius Clay


morreu antes


pra renascer


Muhammad Ali-Haj (*)


dançarino


saltitante


jabeando


se esquivando


punhos certeiros


falastrão


na lingua afiada


frases certeiras.


Mamba-negra


serpenteando


flutuava no ringue


para encaixar


o bote fatal


na picada veneno


neutralizava


o adversário sentia


não resistia


beijava a lona


Orgulho negro


lutou contra o racismo


se negou ir à guerra


guerra imperialista


matar vietnamitas


até que o parkinson


subiu ao ringue


numa luta desleal


32 anos resistindo


uma luta sem rounds


o rei negro se curvou


foi à lona o campeão


Alá, cuide bem do Ali.


 


(*)-Nascido Cassius Marcellus Clay Jr


     17 de janeiro de 1942 (*)


     02 de junho de 2016  (+)


    


 


 


 


 

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 118 vezesFale com o autor