Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
222 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58157 )
Cartas ( 21211)
Contos (12857)
Cordel (10239)
Crônicas (22094)
Discursos (3147)
Ensaios - (9229)
Erótico (13452)
Frases (45305)
Humor (18938)
Infantil (4161)
Infanto Juvenil (3234)
Letras de Música (5506)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138720)
Redação (2996)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5253)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Moreninha -- 30/05/2016 - 19:25 (Francisco Miguel de Moura) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos


MORENINHA



      Francisco Miguel de Moura*



Moreninha d’olhos grandes,

consumi-me em teu espelho.



Nunca tive um bom recado

quanto o teu, adolescente!

Não era a nossa missão,

por isto rezamos tanto

quando tudo apareceu.



Foste pra mim uma bênção

das que caem lá do céu,

não apenas em um ano,

mas num século, talvez!



Qual de nós era o cometa?



Acreditar é tão bom

e eu em ti acreditei

como anjo e ser humano.



O tempo é o grande cruel:

e o que se passou, perdeu-se.

__________________

*Francisco Miguel de Moura é um poeta mais do que romântico: diga-se que é do  eterno feminino e da eterna juventude. Este foi o momento dum olhar que apareceu no preto do dia  ainda escuro por  detrás do azul que é o seu olhar.


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui