Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
80 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57107 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43758)
Humor (18485)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2717)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Lugar Nenhum -- 17/05/2016 - 14:56 (Mário Tischer) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Ventos fortes desfoliantes

marejam pequenos olhos cansados

estes não alcançam como antes

apenas os sonhos passados

vividos no frescor do amor

latejam ainda ali infantes

até com certo fulgor



Passos pesados vão em frente

buscariam o inalcançável

porém a dor é latente ...

Não seria desejável

parar ali e, talvez contente,

seguir outro caminho,

que leve a lugar nenhum ?

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui