Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
53 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59060 )

Cartas ( 21235)

Contos (13083)

Cordel (10287)

Crônicas (22190)

Discursos (3163)

Ensaios - (9412)

Erótico (13484)

Frases (46422)

Humor (19255)

Infantil (4425)

Infanto Juvenil (3685)

Letras de Música (5476)

Peça de Teatro (1336)

Poesias (138173)

Redação (3049)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5503)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ABRAÇOS NA MADRUGADA -- 24/03/2016 - 09:30 (Andarilho) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
.

ABRAÇOS NA MADRUGADA

Andarilho



É MADRUGADA... ACORDO EM ABRAÇOS

DE POEMAS PERSISTENTES, DESDORMIDOS.

OS MEUS SONHOS,... JÁ INTERROMPIDOS...

SONÂMBULOS... ME ESTENDEM OS SEUS BRAÇOS.



INCONSCIENTE... DOS POEMAS SOU REFÉM.

ESCRAVO SOU DAS PAIXÕES DE UM SONETO

NA MI’A BOCA VEM UM GOSTO DE CLORETO

TEMPERANDO AS PALAVRAS DO ALÉM!



ALÉM DO MAR, ALÉM DA SERRA... ONDE FOR

HÁ UMA FONTE VERSEJANDO NO MEU IMO

ERIGINDO UM CASTELO DE AMOR!



SE ESSA FONTE ME VEM COMO ARRIMO

NADA IMPEDE TOME A FORMA DE VAPOR

COM UM CHEIRO DE AMOR ENQUANTO RIMO!





Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 251 vezesFale com o autor