Usina de Letras
Usina de Letras
66 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59266 )

Cartas ( 21241)

Contos (13145)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9460)

Erótico (13486)

Frases (46705)

Humor (19310)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138412)

Redação (3058)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5562)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O ADORMECIDO EXPEDITO -- 21/12/2015 - 09:07 (benedito morais de carvalho(benê)) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos

Numa tarde de dezembro


dia 09 precisamente


sob um sol incandescente


fizeram descer pesadamente


o caixão ao fundo da tumba


do Barro vieste,ao Barro(*) voltaste.


Definitivamente,


dorme um sono tranquilo.


Guardarei na memória


o negro bonito de olhos verdes


seu inseparável chapéu


vestindo seu linho branco.


Acreditava plenamente em Deus


e também em seu revólver,


Barnabé incorruptível,


odiado, amado, respeitado


combateste o bom combate


descanse em paz soldado


incansável paladino


Expedito Bernardino (**)


 


 


(* )-  Cidade do interior cearense


(**)-  Expedito Bernardino de Carvalho (+) o pai do poeta


 


 
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Perfil do AutorSeguidores: 49Exibido 216 vezesFale com o autor