Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
88 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57367 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44122)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138537)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O Rei e a Estrela do Sertão -- 08/08/2015 - 16:51 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O Rei e a Estrela do Sertão





Uma alegre e tremenda

Confusão...

O Rei plantava nas tarefas

E a estrela tinha a tarefa

De cuidar da família, então.



Nasceram no mesmo dia

Mas em épocas diferentes...

Seus aniversários,

Seus amigos, seus entes...

Uma grande alegria.





O tempo passa ...

E um dia machuca a gente

A estrela foi brilhar no céu

E o rei perdeu o seu bastão.





A família perde a mão

Chuva, terremoto

E uma triste

Confusão...



Na dor da ferida aberta

Todos esquecem a hora certa

Mas a estrela do sertão

Brilha intensamente

Acolhendo o rei...

Onde todos os setembrinos

Se reúnem e lembram com

Muita saudade e resignação







Marcelo de Oliveira Souza,IWA

08/08/2015



Homenagem ao aniversário dos falecidos

Renato Alves de Lima e sua filha

Rosa Mere Sacramento Lima
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui